[ editar artigo]

A importância do Kung Fu para qualidade de vida - um relato pessoal.

A importância do Kung Fu para qualidade de vida - um relato pessoal.

     Com o começo dessa pandemia, tivemos períodos letivos cancelados, eventos adiados e aulas em conjunto paralisadas. Eu era mais uma universitária com aulas interrompidas, em isolamento social e a procura de aprimoramento pessoal. Uma pessoa bem próxima me incentivou a participar das aulas online de kung fu, e por meio de uma  oportunidade concedida a mim, dei início a uma jornada que, até então, eu não tinha noção que mudaria minha saúde e minha perspectiva em relação a muitas coisas. 

     Eu sofria de um enfraquecimento lombar e muita ansiedade - um dos males do século. O enfraquecimento muscular me impedia de abaixar, ficar muito tempo sentada ou em pé sem sentir dor e a ansiedade me mantinha em um ritmo extremamente acelerado o tempo todo, atrapalhando meu sono, meu estudo e me dando crises. Com pouco tempo de prática eu já pude ver os resultados, melhorou todos os quadros relatados. 

     Além dessa melhoria, eu acabei desenvolvendo habilidades que não tinha. Aprendi um pouco sobre essa arte incrível, criei mais consciência corporal e consegui ficar calma diante de situações extremamente estressantes - como em provas, sejam elas práticas ou teóricas.  Ademais, a filosofia do kung fu alterou a minha percepção sobre a vida; me fez ser mais capaz de lutar pelas coisas que quero, me ajudou a ser mais produtiva e a ter mais foco e consciência de que tudo é possível com trabalho duro e dedicação.

    Com base em tudo que foi apresentado, é nítido que o kung fu impactou minha vida - minha saúde mental e física. E pode mudar a vida de qualquer praticante, basta começar e ver os resultados. 

 

Ler conteúdo completo
Indicados para você