[ editar artigo]

Entrei pelo Kano

Entrei pelo Kano

Entrei na arte, entrando pelo Kano. Eu explico: Jigoro Kano fundou o judô. Eu, aos 10 anos entrei para o judô. No meu primeiro exame de faixa tive que decorar e  “proclamar” 3 dos 9 Princípios do Judô*, escritos por Kano. Organizei como uma estrofe e disse.

3) “Conhecer-se é dominar-se e dominar-se é triunfar”.
8) “Somente se aproxima da perfeição quem a procura com constância, sabedoria e sobretudo humildade”.
5) “Nunca te orgulhes de haver vencido um adversário. Ao que venceste hoje poderá derrotar-te amanhã. A única vitória que perdura é a que se conquista sobre a própria ignorância”.

Eu disse isso em alto e bom tom, para uma turma de mais 20 ou 30 crianças, jovens e pais. Me lembro como se fosse ontem. Dizer isso para uma plateia foi um desafio de alto controle e concentração extrema para um menino de dez anos. Para decorar tive que entender o texto que eu dizia. Então assim, tão jovem, me deparei com toda filosofia contida nessa “estrofe” de Jigoro Kano. Toda poesia. Toda a profundidade. Um conselho de vida de um velho Mestre. Soma-se a isso, o friozinho na barriga e o prazer de ver a “plateia” parar para prestar atenção no que eu dizia...  Resultado, continuei no judô mais uns 3 ou 4 anos. Quando enfim entrei para Escola de Teatro.

Segui minha vocação e desde então, continuo me conhecendo e aprendendo a me dominar. Só podemos vencer a nós mesmos! Meu primeiro Mestre de Artes era Marcial. Obrigado Jigoro Kano.

Os 9 Princípios do Judô*:

  1. “Quem teme perder já está vencido”.
  2. “Cada dia é um novo dia de conquistas e o bem deve estar acima de tudo”.
  3. “Conhecer-se é dominar-se é dominar-se é triunfar”.
  4. “Quando verificares com tristeza que nada sabes, terás feito seu primeiro progresso no aprendizado”.
  5. “Nunca te orgulhes de haver vencido um adversário. Ao que venceste hoje poderá derrotar-te amanhã. A única vitória que perdura é a que se conquista sobre a própria ignorância”.
  6. “O judoca não se aperfeiçoa para lutar, luta para se aperfeiçoar”.
  7. “O judoca é o que possui inteligência para compreender aquilo que lhe ensinam e paciência para ensinar aquilo que aprendeu aos seus semelhantes”.
  8. “Somente se aproxima da perfeição quem a procura com constância, sabedoria e sobretudo humildade”.
  9. “Praticar o judô é educar a mente a pensar com velocidade e exatidão, bem como o corpo a obedecer com justeza. O corpo é uma arma cuja a eficiência depende da precisão com que se usa a inteligência”.


 

Ler matéria completa
Indicados para você